quarta-feira, 24 de abril de 2013

Dica para quando estragar o Pendrive



Fernando RuizGalera olha só que legal que eu descobri. e vou repassar essa ideia... sem querer, eu tinha um Pendrive da marca Sandisk e de tanto puxar o pendrive do computador sem antes dar o comando de encerrar, ele queimou e eu achava que tinha perdido todos meus trabalhos salvos nele, eu até iria jogar fora, mas aí resolvi abrir só pra estragar antes de jogar no lixo e daí tive a surpresa... o Pendrive nada mais é que um adaptador de cartão de memoria Micro SD... uq queimou foi o adaptador que tem um pequeno fusível dentro dele... hahahaha daqui pra frente antes de jogar fora qualquer pendrive vou abrir antes pra ver se tenho de novo essa sorte... depois foi só colocar o cartãozinho em outro adaptador e tudo estava salvo....

Footee - Golfe + Futebol, essa moda deveria pegar aqui no Brasil

quarta-feira, 10 de abril de 2013

ELISABETTA is THE CUTEST HARD ROCK SINGER EVER

Recomendo os outros vídeos desse canal. O cara edita videos populares do youtube para deixar um pouco mais interessante. Confira o resultado.



segunda-feira, 8 de abril de 2013

Entenda o que é CAPITAL de GIRO - CURSO RÁPIDO DE ECONOMIA


Um viajante chega numa cidade e entra num pequeno hotel. Na recepção, entrega duas notas de R$100,00 e pede para ver um quarto.
Enquanto o viajante inspeciona os quartos, o gerente do hotel sai correndo com as duas notas de R$100,00 e vai até o açougue pagar suas dívidas com o açougueiro.
Este pega as duas notas e vai até um criador de suínos a quem, coincidentemente, também deve R$200,00 e quita a dívida.
O criador, por sua vez, pega também as duas notas e corre ao veterinário para liquidar uma dívida de... R$200,00.
O veterinário, com a duas notas em mãos, vai até a zona quitar a dívida com uma prostituta. Coincidentemente, a dívida era de R$200,00.
A prostituta sai com o dinheiro em direção ao hotel, lugar onde, às vezes, levava seus clientes e que ultimamente não havia pago pelas acomodações. Valor total da dívida: R$200,00. Ela avisa ao gerente que está pagando a conta e coloca as notas em cima do balcão.

Nesse momento, o viajante retorna dos quartos, diz não ser o que esperava, pega as duas notas de volta, agradece e sai do hotel.
Ninguém ganhou ou gastou nenhum centavo, porém agora toda a cidade vive sem dívidas, com o crédito restaurado e começa a ver o futuro com confiança!
MORAL DA HISTÓRIA: NÃO QUEIRA ENTENDER ECONOMIA!

A verdade é que a economia cresce pela circulação e não pela posse do dinheiro.